© 2016 - Criado por MALV Qualidade & Consultoria.

Please reload

Posts Recentes

A Abordagem CMMI para a Gestão de Processos Organizacionais

December 14, 2017

1/8
Please reload

Posts Em Destaque

MARCA: Um Ativo Intangível das Organizações

January 2, 2017

 

Você pode achar que marcas são um fenômeno recente, nascido no início do século passado.

 

Na verdade a história das marcas (famosas ou não) é muito antiga! Existem indícios de elementos que deram origens ao conceito de marca há mais de 2 mil anos.

 

É claro que com a revolução industrial e o início da produção em massa de itens de consumo, as marcas ressurgiram para diferenciar os produtos de diferentes fabricantes. Serviam principalmente para atestar quem não conhecia aquele produto que muitas vezes vinha de longe, e de que sua qualidade era igual ou até superior àquele que estava acostumado a comprar de um fornecedor local. Elementos como embalagens diferenciadas e logotipos começam a surgir.

 

Com o passar do tempo, as marcas se tornaram cada vez mais importantes. Por volta de meados do século passado, as indústrias começam a perceber que a marca em si já se tornava objeto de desejo dos consumidores, desenvolvendo relacionamentos muito menos racionais e mais emocionais com elas. E assim começava a história das marcas famosas! Jingles, slogans, anúncios e cartazes ganham mais cores e elementos criativos para atrair o público.

 

Nos anos 80 surge o conceito de valor de marca e de brand management (gestão de marca), evoluindo para o brand experience (experiência da marca) e culminando em abordagens mais atuais como o storytelling, que é a capacidade de se contar histórias através de uma marca.

 

Temos vários exemplos onde as marcas chegaram ao ponto de assumir tamanha identidade junto ao seu mercado consumidor, que passaram a representar não só a marca, mas a o que se queria identificar, como por exemplo: GILLETE para lâminas de barbear, XEROX para máquinas fotocopiadoras, BOMBRIL para palha de aço, CATUPIRY para requeijão, CHICLET’S para goma de mascar, ISOPOR para poliestireno expandido – EPS, COTONETES para hastes flexíveis, MODESS para absorvente íntimo feminino, MAIZENA para amido de milho e BAND-AID para curativos adesivos.

 

Outras extrapolaram e se tornaram verbos, informais tal como “xerocar” para copiar ou formal como o verbo “to google”, que foi reconhecido pelo dicionário Oxford em 2006, passando a fazer oficialmente parte da língua inglesa, mesmo que a empresa alegasse que seu nome estava sendo utilizado de forma indevida.

 

A marca é o elo de ligação entre a sua empresa e o cliente. É o que irá identificar o seu produto ou serviço em qualquer ponto do planeta. Torna-se uma espécie de DNA do seu produto ou serviço, apresentando o conjunto de valores pensados por você para dar identidade ao seu negócio.

 

É um bem (ativo) intangível que, por muitas vezes, que chega a valer (brand equity) mais que a empresa propriamente dita, como o caso da Google, onde só este ativo em 2016 foi avaliado em US$229,2 bilhões, com uma valorização de 32% para o ano anterior.

 

Seja para criar, modernizar ou impulsionar a MARCA de sua Organização, bem como, a realização de todo o seu processo de legalização e/ou registro, entre em contato com a MALV Consultoria e agende uma visita!

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square